sábado, 14 de março de 2015

Simples assim, você é inesquecível e eu sinto raiva por isso.

Sabe, eu sinto muito que não tenhamos dado certo, acredito que esforço das duas partes não faltou.
Queria muito conseguir dizer que te esquecer com toda certeza, mas não importa o número de pessoas que já passou por você, eu ainda não te esqueci, de jeito algum. Sabe, é engraçado quando me perguntam de você ou tocam do assunto de como eu te amava, eu evito tocar no assunto ou até desconverso, mais engraçado é todos seus amigos do nada gostarem de falar comigo, sendo que nem contato com eles eu tenho, você brincar que seus amigos me ama, na verdade seria bom se fosse ao contrario né ? Ao invés de seus amigos me amar, por que você não volta a me amar como antes?!
Peguei para ler nossas conversas antigas e é impressionante o quanto você era carinhoso comigo, atencioso, não que tenha deixado de ser, você você é um grande amigo ainda, mas no começo eu não era assim com você, e você parecia me amar com tanta confiança e intensidade, era algo que eu me sentia tão segura com você.
Confesso que não vejo a hora de te encontrar novamente, se bem que nossa vida anda uma verdadeira correria e nunca conseguimos marcar algo, o que é bem chato!
Eu ainda me impressiono o quanto você me conhece nem eu sabia que você me conhecia tanto assim, desde quando estou triste a quando estou muito bem, se precisar te falar nada, você percebe simplesmente pelo jeito que eu escrevo, sem ao menos precisar enviar um emoticon, você tem o dom de me conquistar de volta sem ao menos precisar se esforçar e isso é tão irritante, é tão irritante o modo em que você vive, as coisas que você me conta, as vezes fico pensando, já fez 1 ano que tudo se acabou definitivamente, e alguns meses que não nos vemos ou fugimos os dois para matar o saudade, é engraçado, parece que você se guarda pra mim, se é que você me entende, e ao mesmo tempo parece que você não quer nada. Eu sendo uma idiota dando risada com você dizendo que te esqueci e não queria ter mais nada, sendo na verdade... bom na verdade, acho que você sabe né.
Lembro da primeira vez que fomos nos ver, eu toda bagunçada, você todo arrumadinho, conversamos tanto, nos beijamos, andamos na chuva juntos, foi tão divertido contando assim até parece aquela tipica cena de filme romântico,  mas nem foi tão assim, mas me deu a certeza que aquilo iria mexer comigo.
Bom, de qualquer modo, você sabe no fundo o que eu ainda sinto por você e sei que você sente um pouco daquilo, até porque me disse ter saudades as vezes. Se foi amor mesmo, quem sabe um dia volte né ?


sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Voltando as origens..

Nunca senti tanta falta de um lugar como esse  ! De poder teclar sem parar, sem se importar, sem ter medo.... Aqui é um dos lugares nos quais eu mais desabafei sozinha (para quem sabe usava ele para desabafo com minha cruel vida com a ana), o lugar que eu mais chorei escrevendo, mas por amor.. um amor que não deu certo, mas me sinto tão bem dele não ter dado certo que vocês nem acreditam !
Aconteceu tantas coisas nos últimos tempo, que faz com que eu sinta e tenha confiança que agora as coisas vão ser diferentes, que vão dar certo, que eu vou consegui concluir minhas metas, que vou ficar feliz comigo mesma, sabe ?!
Confesso que no final do ano passado, abandonei totalmente o blog, por motivos de desanimo total, por ter me dedicado ao trabalho novo que consegui, por novas oportunidades, 2014 foi realmente um ano de altos e baixos, um ano em que eu chorei infinitas vezes por felicidade e infinitas vezes por tristeza.
Consegui tantas coisas boas ano passado, conquistei tantas coisas, aprendi muito, e amadureci de um modo inexplicável!
Sabe, aprendi que as vezes precisamos passar por momentos ruins para realmente poder crescer, amadurecer, para aprender a "viver".
 Em abril, ganhei uma promoção no trabalho, comecei a trabalhar dobrado, receber também, e o melhor, ganhei a confiança de pessoas que acho simplesmente maravilhosas, e ganhei uma família também.
Porém com o passar dos meses, as minhas responsabilidades foram crescendo, a comecei a ter que ter responsabilidades de coisas que nem eram minhas, e minhas tarefas também, fiquei sobrecarregada demais, a demanda do escritório foi aumentando, a pressão em cima de mim também, e como não é novidade alguma, eu já sou psicologicamente destabilizada, então já se imagina né ? as coisas pioraram mais ainda, chorava de nervoso, chorava por tudo, literalmente tudo.
Resultado ? A dona moça aqui entrou em depressão que legal né ?! -sqn
Fui ao médico, comecei a tomar antidepressivos e etc.
No final de novembro, conheci uma pessoa maravilhosa, que me deixa tão bem, que me faz tão feliz, que não quero a perder jamais <3 
Tive uma grande decepção no ano novo (postarei um texto sobre), mas já "superei", na verdade ainda tento !
Voltei a trabalhar, no mesmo lugar, sim no mesmo lugar. Mas as coisas estão tão diferentes por lá, me sinto melhor, não sei explicar... 
Bom gente, é isso resumindo quase tudo rs 

quinta-feira, 13 de março de 2014

Hoje eu acordei...

E me falaram a seguinte coisa: você via claramente  nos olhos dele o quanto ele te amava.
De fato, era verdade, eu não precisava de nenhum esforço para perceber isso, não precisava perguntar para ter a certeza de tal coisa, tão intensa que eu vivia naquele momento.
E fiquei ali, sem saber o que falar para a pessoa, não sabia se eu chorava em silêncio, ou se dizia tudo o venho guardando dentro de mim.
Decidi que o melhor a se fazer era somente, afirmar com a cabeça e dizer: "É eu também via isso".
Assim como eu via varias outras coisas naquele olhar, assim como vi ele se transformar em algo que não é, e o pior, ele não ter percebido que mudou.
Não ter percebido que errou, ter percebido que a decisão que tomou, era para evitar sofrimento, e ele só causou mais. 
De dizer todas as vezes que tinha medo de me perder, e olha que engraçado, sabe quem me deixou? É, foi ele. 
Mas sabe? Ele esta tão feliz agora, esta tão bem, como se eu não fizesse falta.
Então eu deveria fazer o mesmo né? 
Porém, dentro de mim se encontra algo, que quando ele se partiu, ele esqueceu de pegar, algo que eu não consigo tirar, algo que quando eu menos espero me sufoca.

Felicidade...

As vezes eu vivo reclamando da vida que levo, mas deixo de perceber que a felicidade que as vezes tanto procuro, esta na simples vida que levo agora, uma adolescente que sofre por uma desilusão amorosa,
Mas tem o trabalho perfeito, onde ninguém teve tanta sorte igual a eu, a encontrar um trabalho maravilhoso, na área que deseja se formar, e onde tem amigas, que te fazem rir diariamente. 
Ocupar a minha mente é maravilhoso, ruim mesmo é quando vem gente que não merecia estar nos meus pensamentos nela.
A vida é assim, cheia de surpresas, e decepções, mas todos nossos esforços valerão a pena, quando menos esperarmos, sem dia e hora marcada.
Viva a vida intensamente, cada momento como se fosse o ultimo, se tiver que sorrir: sorria, rir, : de risada até chorar, se tiver que chorar: chore até soluçar, se tiver que errar: erre, erre e erre de novo, e com o erro evolua, cada vez mais.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Se você pudesse ler minha mente, você estaria chorando.
É difícil, você realmente nunca vai conseguir entender o que se passa por mim. Aliás, você nem se quer sente o mesmo que eu sinto por você.
                                                                                                         - Mariana Nunes

Porque nada se compara neste mundo a você. Avenged Sevenfold