quinta-feira, 13 de março de 2014

Hoje eu acordei...

E me falaram a seguinte coisa: você via claramente  nos olhos dele o quanto ele te amava.
De fato, era verdade, eu não precisava de nenhum esforço para perceber isso, não precisava perguntar para ter a certeza de tal coisa, tão intensa que eu vivia naquele momento.
E fiquei ali, sem saber o que falar para a pessoa, não sabia se eu chorava em silêncio, ou se dizia tudo o venho guardando dentro de mim.
Decidi que o melhor a se fazer era somente, afirmar com a cabeça e dizer: "É eu também via isso".
Assim como eu via varias outras coisas naquele olhar, assim como vi ele se transformar em algo que não é, e o pior, ele não ter percebido que mudou.
Não ter percebido que errou, ter percebido que a decisão que tomou, era para evitar sofrimento, e ele só causou mais. 
De dizer todas as vezes que tinha medo de me perder, e olha que engraçado, sabe quem me deixou? É, foi ele. 
Mas sabe? Ele esta tão feliz agora, esta tão bem, como se eu não fizesse falta.
Então eu deveria fazer o mesmo né? 
Porém, dentro de mim se encontra algo, que quando ele se partiu, ele esqueceu de pegar, algo que eu não consigo tirar, algo que quando eu menos espero me sufoca.

Um comentário:

  1. Adorei sua escrita frôo. Dei uma olhada nas outras tbm e simplesmente adorei!! *-*

    ''Porém, dentro de mim se encontra algo, que quando ele se partiu, ele esqueceu de pegar, algo que eu não consigo tirar, algo que quando eu menos espero me sufoca'' ***----***

    Bjss
    Ps.: Manteremos contato! ;D

    ResponderExcluir